Apresentação

Bem-vindos ao ano de 2020.

Além dos 25 anos dedicados a produzir eventos com excelência, estaremos finalizando os trabalhos do Ciclo Olímpico Tokyo 2020. Em nosso planejamento para os próximos anos continuaremos com o foco na inovação e no atendimento às necessidades do mercado, sempre acompanhando o que existe de mais moderno no segmento mundial.

Nestes últimos anos o evento cresceu ainda mais em importância, recebendo atletas de 20 países e 4 continentes. Além disso, a experiencia na construção da pista de mountain bike do Rio 2016, durante quase quatro anos de trabalho planejando e executando, muito nos honrou e ficamos orgulhosos de termos contribuído de alguma forma para o sucesso dos Jogos. Foi um aprendizado sem precedentes que sempre levaremos para as pistas da CIMTB Michelin.

Para 2020 planejamos um calendário valorizando a competição e, ao mesmo tempo, interagindo de forma decisiva para a busca de pontos no ranking mundial para os atletas brasileiros e proporcionando o intercâmbio com os melhores atletas do mundo presentes nas etapas no Brasil.

Para começar, retornaremos com a abertura na famosa cidade de Araxá com seus encantos, excelente rede hoteleira e o maravilhoso Tauá Grande Hotel. Completaremos 17 anos e a expectativa é sempre enorme. Ser a primeira e única prova da América e uma das quatro no mundo com peso SHC sempre aumenta nossa responsabilidade. A prova de maratona que aconteceu apenas para a Super Elite em 2019 estará privilegiando os amadores e diversas categorias da da CIMTB Michelin. Diversão é o que não faltará.

Na segunda etapa estaremos na espetacular cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, com suas montanhas impressionantes e centro da historia do Brasil Imperial. Passeando pela cidade respira-se história a todo instante. A pista, com assinatura de Henrique Avancini, terá algumas mudanças para ficar ainda mais divertida e será na mesma fazenda. Isso sem contar com a prova de maratona que vai passear pelos visuais mais incríveis da região. Será um show mais uma vez.

Terceira etapa acontece em Congonhas que é um caso à parte de sucesso que completará 16 anos. É uma das maiores maratonas do país e contará pontos mais uma vez para Marathon Series da UCI. Vamos limitar em 1800 vagas novamente e continuaremos inovando nas questões da competição. Como acontecerá em julho a CIMTB Michelin fará parte da programação oficial do Festival de Inverno.

Quarta e ultima etapa vem cheia de surpresas acontecendo pela primeira vez em Taubaté, São Paulo. A pista promete ser divertida e com uma maratona de tirar o fôlego numa região cheio de estradas. O Parque Municipal do Itaim, sede do evento, fica muito bem localizada próximo da Rodovia Dutra com acesso super fácil.

Todo este trabalho fez com que a CIMTB Michelin fosse reconhecida como o maior evento nas cidades-sede gerando emprego e renda em diversos segmentos com mais de 10 milhões, fora a movimentação do mercado específico do ciclismo que estima-se mais 10 milhões por ano só nas etapas.

As palavras de ordem continuam sendo a inovação e do melhoramento contínuo em busca da superação dos limites e a excelência em um campeonato válido pelo ranking mundial, brasileiro e estadual.

Sejam todos bem-vindos.

Cordialmente,
Rogério Bernardes