Tag: pedal

Como foi a CIMTB em 2013?

Após percorrer 5 cidades diferentes, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) chega ao fim com disputas emocionantes e com novos nomes no pódio.

Foto: Bruno Fernandes

A largada da CIMTB 2013 aconteceu na cidade de Araxá, Minas Gerais, entre os dias 22 e 24 de março. A estrutura montada no Tauá Grande Hotel sediou a abertura da temporada 2013.  Mais de 1200 atletas se reuniram em Araxá, Minas Gerais. A cidade ficou lotada! Ciclistas de todas as partes invadiram a as terras da Dona Beja com suas bicicletas, roupas coloridas e a emoção de participar da prova que é referência nacional.

Após dois dias de grandes emoções com o Sprint Eliminator (23) e a CIMTB Night Run no sábado à noite (23), o domingo começou com a forte chuva que caiu na madrugada. Mas não teve chuva que desanimasse nossos campeões. Logo no domingo pela manhã, mais de 458 ciclistas da Copa de Amadores acordaram cedo para encarar a pista de 5,7km de lama, pedras, troncos de árvores, subidas íngremes e descidas que tiraram o fôlego de ciclistas de todas as regiões do Brasil.

Com a pista mais técnica devido ao grande volume de chuva, os bikers tiveram que pedalar forte, mas com cautela para completar o circuito com segurança e para garantir uma vaga no pódio.  Diante de um público de aproximadamente 15 mil pessoas, 51 atletas da elite masculina e 19 da categoria feminina partiram em direção as trilhas da terra da Dona Beja.

Rubinho Valeriano e Henrique Avancini, na ordem respectivamente, lideraram o pelotão de frente durante toda a prova na Estância Hidromineral do Barreiro, mas Rubinho levou a melhor e ficou com o primeiro lugar.

Entre as belas, Érika Gramiscelli levou a melhor, cruzando em primeiro lugar a linha de chegada. Isabella Lacerda, atleta da equipe LM, garantiu o 2º lugar.

No mês de maio foi a vez da cidade histórica de São João del-Rey receber, entre os dias 3 e 5, pela primeira vez uma etapa da Copa. A passagem da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) pela cidade foi aprovada pelos bikers. Mais de 900 atletas colocaram suas bikes no bagageiro, foram prestigiar o evento na região dos Campos das Vertentes.

Mais de três mil pessoas, entre familiares, amigos e curiosos, acompanharam o Eliminator realizado no Centro Histórico da cidade. Um show!! No domingo, a disputa mais esperada da CIMTB arrancou gritos, aplausos e eletrizou a galera que acompanhou a última largada da segunda etapa. Subidas fortes, descidas rápidas e alguns trechos desingle track marcaram o  trajeto percorrido por cerca de 900 atletas distribuídos entre a Copa Amadores e CIMTB. Apesar do calor forte e do clima seco, os bikers fizeram bonito nos seis quilômetros de pista da UFSJ e uma hora e vinte e cinco minutos de prova, os campeões Isabella Lacerda e Ricardo Pscheidt cruzaram a linha de chegada.

Na categoria Elite Feminina o segundo e terceiro lugar foram ocupados por Roberta Estopa e Érika Gramiscelli, respectivamente. Já na SuperElite  Masculina o segundo lugar foi de Rubinho Valeriano, campeão de Araxá, e o terceiro de Lukas Kaufmann que duelou durante toda a prova com Henrique Avancini que ficou em quarto lugar.

Apesar do inverno que fazia aqui, no hemisfério sul, o clima esquentou bastante em Divinópolis durante a quarta etapa no fim de junho. Entre os dias 28 e 30, mais uma vez a emoção tomou conta dos atletas em mais uma etapa.. Ultrapassagens de tirar o fôlego, surpresa na linha de chegada, estreia no pódio e muita marcação durante todo o percurso fizeram da terceira etapa um espetáculo a parte.

Raíza Goulão, que conquistou o quarto lugar na etapa de São João del-Rei, não conteve a emoção e ergueu a bicicleta como troféu ao cruzar a linha de chegada. Isabella Lacerda, campeã da etapa de São João del-Rei, contou com uma torcida expressiva e por uma diferença de 25 segundos ficou em segundo lugar na disputa, mas manteve a liderança da Copa.10208474404_0b0be8f777_b

Entre as feras do MTB, a disputa mais acirrada foi entre o campeão Henrique Avancini e o vice Rubinho Valeriano. “Desde a primeira etapa eu vim batendo na trave, em Araxá faltou pouco, mas, o Valeriano foi mais rápido. Hoje ele atacou o tempo todo, e eu também. O calor me preocupou um pouco, mas essa etapa era a chance que eu não queria deixar passar. Estou numa boa forma e dei duro a cada volta para levar esse título para casa”, avalia o campeão pela primeira vez na SuperElite, Avancini.

Mantendo o segundo lugar conquistado na etapa anterior, Rubinho Valeriano cruzou a linha de chegada na cola do Henrique Avancini. Saindo da disputa brasileira e indo para outro país, na terceira etapa também teve nomes estrangeiros no pódio, em ambas as categorias. Representando a Elite Feminina, a atleta Noelia Margaria manteve a posição conquistada na etapa anterior, sexto lugar. Darío Gasco, atleta da delegação da Argentina, comemorou o sexto lugar.

Pelo nono ano consecutivo, a cidade histórica de Congonhas entrou para história ao bater mais um recorde de inscritos: mais de 1500 atletas invadiram a cidade durante os dias 16 e 18 de agosto. Homens, mulheres, adultos e crianças; tinha gente de todos os cantos do Brasil. O tamanho do percurso, 57 km, e a dificuldade da prova que exige resistência e técnica, não intimidaram os aficionados por mountain bike que pedalaram na prova em formato maratona de MTB (XCP).

Durante o trajeto, os bikers tiveram que lidar com vários tipos de terreno: cascalho, asfalto, terra batida, pedras,lama e paralelepípido. Pneu furado, câmbio quebrado e tombos tiraram alguns atletas da competição antes do tempo previsto.

Henrique Avancini, que venceu a terceira etapa em Divinópolis, gostou mesmo da sensação de ficar no lugar mais alto do pódio. O atleta pedalou forte e superou os próprios limites para chegar em primeiro lugar com 2h01 de prova e assumir a liderança da copa.

Entre a mulherada teve gente que gostou da experiência do ano passado e pegou o primeiro lugar do pódio novamente. Isabella Lacerda fez a maior parte da prova ao lado da Erika Gramiscelli e da Raiza, mas disparou no penúltimo trecho e apontou na ladeira sozinha, cruzando a linha de chegada com 2h30de prova confirmando a permanência na liderança. E não foi só o primeiro lugar da elite feminina que teve repeteco. Raiza Goulão e Erika Gramiscelli terminaram a prova na mesma colocação de 2012, segundo e terceiro lugar respectivamente.

O clima de ansiedade e expectativa rondava os preparativos para a grande final na Costa do Sauípe.  Entre os dias 4 e 6 de outubro, a costa, localizada a 70 km ao norte de Salvador, se transformou na região nacional do MTB. Atletas brasileiros, chilenos, belgas e equatorianos colocaram as magrelas nas trilhas para testar a força e resistência de quase um ano de preparação.

Na manhã de sexta (4), os atletas da elite feminina e masculina pedalaram na prova Contra Relógio (XCT). Avancini e Raiza Goulão fecharam a prova no menor tempoNo sábado (5) foi a vez de Rubinho Valeriano e da equatoriana, Alexandra Serrano, deixarem a galera para trás na prova de short track (XCC).

Às 5h da manhã o sol anunciava a chegada do grande dia. O domingo (6) começou agitado na Arena Sauípe, local onde estava instalada a largada. Mais de 300 bikers partiram para mais uma etapa da CIMTB. Após meses de expectativas, às 8h da manhã foi dada a largada e a partir de então estava em jogo o título da etapa que seria disputado em três dias de provas, além da revelação dos campeões da temporada 2013.

Na SuperElite masculina, Henrique Avancini chegou ao Sauípe como líder, mas a diferença de pontos em relação ao Rubinho era pequena, e a situação podia mudar a qualquer momento. Com a vitória na contra relógio, Avancini foi para a prova da maratona (XCM) mais confiante.avancini_bruno_fernandes

Na primeira volta no circuito de 21 km, Henrique Avancini liderou o pelotão e abriu vantagem, mas na última volta foi surpreendido pela ultrapassagem do belga Frans Claes que pedalou todo tempo junto ao pelotão e conseguiu ultrapassar Avancini nos minutos finais, levando para a Bélgica o título de campeão da CIMTB Sauípe 2013.

Apesar das limitações impostas pelo clima da região, o belga conseguiu administrar bem a prova. “A temperatura estava muito alta, sempre acima dos 30ºC. Eu não estou acostumado a competir nessas condições, porque na Bélgica é muito diferente. A pista é totalmente diferente do que tem na Europa. Eu fiz o que tinha que fazer e consegui fazer uma corrida maravilhosa e fiquei muito satisfeito com a vitória.”

Com a vitória do belga, a curiosidade do publicou aumentou para ver quem era o segundo colocado. Os atletas mais aguardados eram Avancini ou Rubinho Valeriano que estavam brigando diretamente pelo título. E assim que apontou com 2 horas e 28 minutos, Avancini começou a comemorar a conquista da temporada 2013 da CIMTB.

Segundo o campeão, a prova foi muito difícil. “Hoje eu tive que me defender muito do Rubinho e do Pscheidt, mas no final da terceira volta o Frans me alcançou. Eu tive que levar no limite porque eu realmente queria fechar este ano com a vitória na copa. Eu estou muito feliz” descreve.

De acordo com Avancini, o campeonato deste ano foi muito difícil, pois explorou todas as modalidades do mountain bike. “Foi complicado manter essa regularidade e principalmente se preparar para esta etapa. No campeonato mundial eu sofri uma queda e tive que ficar dez dias sem treinar e isso atrapalhou muito esse final de temporada, mas no fim deu certo” explica.

Entre a mulherada, a situação era bastante diferente. Isabella Lacerda chegou à grande final com uma vantagem de 51 pontos. Só tinha dois fatores que tirariam o título dela: terminar a prova na 10ª posição ou quebrar a bike.

Raiza Goulão chegou à Bahia na terceira colocação, mas mostrou toda sua força ao conquistar o primeiro lugar da prova de sexta. Durante a maratona (XCM) de domingo, Raiza liderou toda prova, mas na cola dela estava a equatoriana Alexandra Serrano.

Com 2 horas e 2 minutos de prova, Raiza Goulão passou pela linha de chegada e escreveu seu nome na Copa como a primeira campeã da etapa do Sauípe. Em seguida, Alexandra Serrano chegou à arena com 2 horas e 3 minutos. Enquanto o público aguardava para ver quem era a terceira colocada, Isabella Lacerda apontava na entrada do evento comemorando o título inédito em sua carreira.

Após cruzar a linha de chegada, Isabella não conteve a emoção e deixou as lágrimas caírem. Um choro de alegria e sensação de missão cumprida. Ao descer da bike, a atleta se ajoelhou olhando para o céu e agradeceu em prantos. “Vim muito focada para esta prova, e sabia que a gente teria muito calor e muito areia. Eu só tinha em mente que tinha que dar o meu melhor e pedalar forte para chegar, mas graças a Deus deu tudo certo” comemora.

Segundo Isabella, conquistar a CIMTB sempre foi seu objetivo desde que começou a dar as primeiras pedaladas. “Eu estabeleci essa meta. Queria ser campeã da CIMTB, e com as duas vitórias na copa eu consegui ganhar uma boa vantagem para chegar hoje aqui” explica. Mesmo com a vantagem, Isabella não deixou de treinar muito e nem perdeu o foco ao longo dos meses.

Agora é a vez dos bikers descansarem para o retorno da CIMTB em março de 2014. Quem coloca a mão na massa é a organização que promete inovar na abertura da primeira etapa em Araxá, Minas Gerais. Muitas novidades estão por vir. Ficaram curiosos? A CIMTB 2014 vai vir com força total.

Com disputas emocionantes, chega ao fim mais uma temporada da CIMTB

avancini_bruno_fernandes

Depois de percorrer 5 cidades diferentes e mais de 4.000km, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) encerra mais uma temporada com chave de ouro na Bahia. Pela primeira vez no nordeste, o maior evento de MTB da América Latina reuniu mais de 300 atletas que pedalaram em três dias de prova na Costa do Sauípe. A cada dia uma nova competição. O primeiro nossas feras encaram  um contra-relógio (XCT), no sábado o short track (XCC) e no terceiro dia uma maratona (XCM).

O lugar paradisíaco recebeu a equipe da CIMTB de braços abertos. Os bikers tiveram a oportunidade de pedalar por um circuito inédito, além de experimentar vários tipos de terreno em um só lugar. A galera da elite disputou acirradamente cada centímetro do percurso.

Pela primeira vez uma prova de XCS (prova de fases com vários dias de competição) acontece no Brasil contando pontos para o ranking da UCI. “Para nós foi muito importante realizar esta prova no Brasil pela primeira vez. Ela foi um laboratório para a etapa de Araxá que terá mesmo formato e dá um grande número de pontos aos atletas. Por isso atrai atletas da Europa e da América do Sul” ressalta o organizador da CIMTB Rogério Bernades.

Raíza Goulão, atleta da elite feminina, foi a grande vencedora da etapa no Sauípe, mas o título de campeã da Copa 2013 ficou com a mineira Isabella Lacerda. “Desde que eu comecei a pedalar eu sonhava com esse título da CIMTB”, afirma a atleta.

A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes

A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes

Henrique Avancini foi o nome da copa deste ano. O atleta levou para casa o título de campeão da temporada, mas quem levou a vitória no Sauípe foi o belga Frans Claes que teve que lidar o tempo todo com o forte calor, além da pista que era totalmente novidade para ele. “A temperatura estava muito alta, sempre acima dos 30ºC. Eu não estou acostumado a competir nessas condições e a pista é totalmente diferente do que tem na Europa, talvez porque seja próxima do mar. Eu fiz o que tinha que fazer. Trabalhei pesado e consegui fazer uma corrida maravilhosa e fiquei muito satisfeito com a vitória”, conclui.

O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes

O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes

Essa foi a primeira vez na história que um atleta de outro país ganha uma etapa da CIMTB.  A vitória foi conquistas nos pequenos detalhes: apenas 32 segundos de diferença no tempo acumulado nos três dias de prova.

Uma das atrações da pista foi o Coco Garden- um trecho de areia, a beira-mar, coberto com cascas de coco- onde era possível curtir o visual daquela região que é um dos mais bonitos da Costa do Sauípe.  De um lado podemos contemplar o azul do mar, e do outro uma lagoa, além dos condomínios Quintas Private e Casas de Sauípe da Odebrecht.  

Super Elite

O ano de 2013 foi extremamente emocionante. Alguns nomes como Erika Gramiscelli, Raiza Goulão e Isabella Lacerda já eram favoritos para o título da temporada.

O ano começou bem para a hexacampeã, Erika Gramiscelli, que abriu a temporada 2013 conquistando o pódio em Araxá, Minas Gerais. Raíza Goulão, de apenas 23 anos, deu muito trabalho na temporada e mostrou todo seu potencial vencendo a terceira etapa em Divinópolis, Minas Gerais. Mas esse ano era da Isabella Lacerda que disparou na liderança na terceira etapa e de lá pra cá, foi difícil para as meninas da elite tirarem a diferença de pontos.

Na elite masculina, quem começou bem o ano foi Rubinho Valeriano, campeão de 2012. Rubinho conquistou o pódio em Araxá, mas viu Ricardo Pscheid conquista a etapa de São João e Avancini levar o primeiro lugar em Divinópolis e Congonhas. Apesar de ganhar apenas uma etapa, Rubinho só perdeu a liderança na quarta etapa. Durante a grande final, Rubinho deu muito trabalho ao líder Avancini, mas ao chegar em 6º na última prova viu o adversário conquistar o título da temporada.

CIMTB classificação geral 

As disputas foram super acirradas em todas as  categorias da CIMTB. Na categoria Junior, José Gabriel Marques foi quem pedalou mais e levou o campeonato para casa. O dono do primeiro lugar na sub-15 foi o pequeno Lucas Sirio que fez uma ótima campanha este ano e promete ser uma das revelações do MTB.

Já na categoria Sub-17 quem mandou bem foi Gilberto Cézar Filho que chegou ao Sauípe na segunda colocação e garantiu o primeiro lugar da Copa. Frederico Nascimento Mariano chegou à final com uma diferença de 2 pontos de vantagem e garantiu na raça o campeonato na sub-23.

Na sub-30, Juliano Mariano chegou com 60 pontos de vantagem e confirmou o favoritismo ao conquistar o título. Marcelo Manoel da sub-35 foi mais um atleta que manteve a liderança e pegou o primeiro lugar geral. O atleta Silvio Amorim da Su-40 correu atrás da diferença de pontos e tirou a medalha de campeão das mãos do Marconi Ribeiro.

Abraão Azevedo, da Sub-45, manteve a liderança e papou o título 2013. Luiz Neto, da Sub-50, foi mais uma atleta que chegou ao Sauípe líder e manteve a colocação levando pra casa o campeonato da temporada. O mesmo aconteceu com o biker Dorivaldo Abreu que conquistou a Copa na categoria Sub-55.

O ciclista Dilermando Neto confirmou seu favoritismo ficando com o primeiro lugar na Sub-60. Hélio Vilela foi o grande nome da over-60 e comemorou muito quando subiu ao pódio.  Na turma da categoria para-desportistas, quem mandou bem foi o biker Jefferson Spimpolo. Parabéns, campeão.

Copa Amadores

sauipe_isis_diamantino

A galera da Copa Amadores também fez bonito na grande final e deu um show de competitividade. Wesley Alves, da categoria Cadete, chegou à Bahia na frente e fez uma boa prova, garantindo assim o campeonato deste ano. Na categoria dupla mista, Gustavo Moraes e Soraya Moraes que pegaram pódio em Congonhas, repetiram o bom desempenho e levaram a melhor também no Sauípe. Fernando Aguiar e Ruben conquistaram o primeiro lugar da dupla over 81.

Enquanto isso,  na dupla sub-60, o favoritismo não foi confirmado e Fabio Lima e Antonio levaram o campeonato para casa. Na categoria dupla sub-70, Hudson Santos e Vitor Aguiar se destacaram dos demais nas duas últimas etapas e garantiram o primeiríssimo lugar. Os bikers André Silva e Márcio Gouveia foram os melhores na categoria sub-80.

A etapa na Bahia foi super tranquila para Gabriel Henrique Tonhão que já chegou em terras baianas como campeão da Expert. Na mesma situação que Gabriel estava Raquel Gontijo que foi ao Sauípe apenas para cumprir calendário. A atleta já chegou como campeã da categoria feminina over 40.

Outra atleta que já chegou à quinta etapa como campeã foi a Jaqueline Leal. A ciclista competiu com uma vantagem de 140 pontos em relação às outras belas da categoria feminina sub-23. Daniela Vieira foi o nome da feminina sub-40, pois fez uma excelente campanha neste ano. O biker Kairo Gratão também chegou tranquilo para a competição e faturou a medalha de campeão da temporada 2013 na Segurança Pública. O atleta Deilton Fernandes, da categoria Veterano, também chegou ao Sauípe com uma vantagem de pontos, mas precisou pedalar para conseguir se manter em primeiro e levar o campeonato.

Agora é começar os trabalhos para preparar mais uma temporada para nossos campeões. Em 2014 voltamos com tudo.

Rubinho Valeriano dispara na frente e conquista o short track

Durante ultrapassagem espetacular, Rubinho Valeriano assume liderança e conquista a prova de short track no Sauípe

10100808285_ee8c640c53_c_bruno_fernandes

 

Após a largada das meninas, foi a vez dos feras do MTB se alinharem para encarar o circuito de short track no campo de golfe. 27 ciclistas entraram na disputa para pedalar por 25 minutos no circuito de 1,2 km. Após 25 minutos de prova, foi dada a largada para as duas últimas voltas quando conhecemos o campeão.

Edivando da Souza Cruz largou bem e assumiu o pelotão logo na saída, mas já na segunda volta, Henrique Avancini assumiu a ponta e Ricardo Pchedit aparecia em sua cola. Enquanto os dois finalizaram a segunda volta e pedalavam para ver quem iria assumir a liderança, Rubinho Valeriano que estava em terceiro, cortou os dois pela direita pegando o primeiro lugar.

A partir da terceira volta, Rubinho abriu uma vantagem de 22 segundos e pedalou isolado durante grande parte da prova. Na quarta volta, Rubinho disparou deixando Avancini e Pscheidt para trás.

Após passar pela chegada com 25 minutos, Rubinho abriu as duas últimas voltas com 10 segundos de vantagem em relação ao Pscheidt. Logo atrás estava Avancini e Edivando, seguidos do o atleta belga, Frans Claes, que administrou muito bem a prova e passou da sexta para  a quinta colocação.

10100810705_8730daea29_c_bruno_fernandes

Na última volta, Rubinho confirmou o que todos já imaginavam e conquistando o primeiro lugar com 30 minutos e 6 segundos de prova. Em seguida, com 6 segundos de diferença, Ricardo Pscheidt finalizou a prova com tranquilidade. Edivando da Souza Cruz terminou em terceiro lugar e Avancini ficou com a 4ª colocação.

Com a vitória de hoje, Rubinho diminui a diferença pela briga pelo título. A competição de amanhã (6) promete ser uma das mais acirradas da etapa. Amanhã é tudo ou nada.

 

Confira o resultado oficial

Sauípe: Raiza e Avancini levam a melhor no Contra Relógio

IMG_7017_Bruno_Fernandes

Foto: Bruno Fernandes/ noispedala.com.br

Após meses de expectativas em torno de como seria a etapa do Sauípe, atletas brasileiros, do Chile, Equador e Bélgica subiram nas bicicletas e deram início a grande final da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB).

A prova Contra Relógio fez as honras da casa e colocou os bikers para pedalar logo cedo. Montada no interior da Arena Sauípe, a largada indoor poupou nossos campeões dos 30ºC, temperatura típica da primavera na Bahia. Saindo da arena os atletas já se depararam com um visual de tirar o fôlego.  Logo no início do percurso, os bikers pedalaram próximos as dunas do complexo do Sauípe.

Em seguida, os atletas pedalaram por um campo de golfe e trilhas. Além disso, a galera pôde curtir o visual de uma das lagoas da Mata de São João, e ao cruzar a ponte de madeira, eles puderam sentir a brisa do mar no momento que pedalaram pelo coco garden. 

Foto: Bruno Fernandes/ noispedala.com.br

Foto: Bruno Fernandes/ noispedala.com.br

Após percorrer aproximadamente 15 km com a sua magrela Henrique Avancini, atual líder do campeonato, fez o melhor tempo da elite masculina e finalizou a prova com 32 minutos e 34 segundos. “Hoje eu larguei sem a segurança de que poderia vencer. O circuito tem uma dinâmica muito diferente. Andei com um pouco de cautela e tentei forçar mais nos bancos de areias. A prova foi bastante dura, mas foi um bom começo” empolga-se.

E teve gringo conquistando o segundo lugar do pódio. O belga Frans Claes terminou a prova com 32 minutos e 45 segundos.  O vice-líder da CIMTB, Rubinho Valeriano, conquistou a terceira colocação e cruzou a linha de chegada com 33 minutos e 6 segundos.

Entre as meninas da elite, apesar do desgaste físico devido ao número de competições, quem se deu bem foi a goiana Raiza Goulão. “A areia tá atrapalhando muito, deixou o circuito muito pesado, mas eu dei o meu máximo, essa prova foi toda no meu limite”, explica. Com a vitória de hoje, Raiza ganhou um gás a mais para brigar pelo título no domingo.

alexandra_serrano_isis.diamantino

Foto: Isis Diamantino/CIMTB

Isabella Lacerda, líder isolada da Copa, conquistou o segundo lugar no pódio ao concluir a prova com 42 minutos e 5 segundos. E não foi só o pódio masculino que teve presença gringa. Representando o Equador, Alexandra Serrano, deu trabalho para as meninas e conquistou o terceiro lugar com 42 minutos e 57 segundos.

 

Para Avancini, a prova de domingo vai ser muito dura principalmente pelo acumulo dos dias e pelas características do circuito. “É muito difícil vencer os bancos de areia a cada volta e pelo o que eu vi dos treinamentos, algumas seções já pioram, então vai ser muito difícil transpor” ressalta.

Amanhã, a partir das 8h, é a vez dos bikers encararem uma competição de short track. Apesar da pista ser mais curta, 1,2km, a prova exige força e muita técnica dos atletas.

Sauípe: a chilena Florencia Espiñeira fala sobre sua participação na CIMTB

Ela começou a praticar mountain bike (MTB) ainda muito jovem, aos 10 anos de idade, incentivada pelo pai que sempre foi apaixonado por ciclismo. Hoje, 10 anos depois, Florencia se destaca entre a elite de MTB do Chile.

No currículo ela tem competições na Argentina, Brasil (CIMTB), Colômbia, México, Guatemala, Canadá, EUA e o Chile, é claro. Além de marcar presença nas principais competições do continente Americano, a chilena foi campeã panamericana em 2010, um dos principais títulos de sua carreira.

 A menos de 4 dias para a etapa do Sauípe, Florencia está com frio na barriga, mas otimista para alcançar o título inédito. “O meu melhor resultado na CIMTB foi o segundo lugar no short track no ano passado. Agora eu quero chegar em primeiro”, afirma a atleta que desembarca na Bahia na próxima quinta (3).

As competições da CIMTB começam a partir desta sexta (4) e terminam no domingo (7) com a final da Copa Internacional Levorin de MTB e da Copa de Amadores. Para acompanhar a etapa fique conectado em nosso twitter, instagram e facebook.

foto cimtb

Sauípe: conheça as ações paralelas da CIMTB

Foto: Bruno Fernandes/ Noispedala

Foto: Bruno Fernandes/ Noispedala

O mountain bike de elite é sem dúvida uma das principais atrações da CIMTB, no entanto, a organização oferece ao público que acompanha os bikers e a comunidade local da cidade-sede, diversas atividades paralelas que incentivam a prática esportiva, além de proporcionar uma maior interação entre o público e os atletas.

O Concurso Soul de Redação e Desenho vai mexer com a emoção da criançada da Vila Sauípe. Os estudantes deverão usar toda sua criatividade e colocar no papel, seja em forma de desenho ou texto, a importância da bicicleta para a mobilidade urbana, meio ambiente, além dos benefícios para o corpo e a mente de quem pedala por aí.

Apenas dois alunos vão levar para a casa uma super bike da marca Soul Cycle¸mas não é só a molecada que sai ganhando. Os professores dos respectivos alunos também vão levar uma magrela para casa. A premiação do concurso será dia 6 (domingo), durante o evento. Papel, caneta e lápis na mão e dê asas à sua imaginação.

E não pense que os pequeninos ficarão de fora desta festa. As categorias Mirim e Balance Bike irão proporcionar um momento de alegria e descontração entre pais e filhos. Teremos 50 crianças da comunidade participando desta prova como convidados.

Em parceria a Área de Sustentabilidade da Odebrecht, a Vila Sauípe irá oferecer uma exposição com os trabalhos de artesãos locais, ponto de venda de artesanato e o Troféu Carlos Tadeu Monteiro que será desenvolvido por um artista da região. Voluntários da associação local irão atuar como fiscais de pista durante os três dias do evento, fazendo da quinta etapa a final mais emocionante dos 18 anos da Copa.