Notícias

Belga top 10 da UCI Marathon Series confirma presença na última etapa da CIMTB Levorin

A última etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, entre os dias 6 e 8 de novembro, em Congonhas (MG), já tem uma presença de peso confirmada. Trata-se do belga Frans Claes, décimo colocado do ranking mundial da UCI Marathon Series e campeão do Sauípe da CIMTB Levorin, em 2013, quando participou pela primeira vez da competição. Neste ano, o atleta já conquistou 13 vitórias, sendo uma delas o título belga de XCM.

“Tenho lembranças bastante agradáveis da Copa Internacional, pois conheci pessoas muito amigáveis e vivenciei um ambiente completamente diferente do que estamos acostumados na Europa”, diz o belga.

Em sua única participação na prova, Frans venceu a maratona no terceiro dia de competições na Bahia, superando o fluminense Henrique Avancini, brasileiro número 1 do cross country olímpico e campeão da CIMTB Levorin naquele ano.

“Não estou em plena forma e a disputa contará com ciclistas muito fortes. Mas darei o melhor para conseguir a vitória e, caso isso aconteça, certamente será um dos maiores triunfos da minha carreira”, afirma.

A etapa de Congonhas valerá também como última etapa da UCI Marathon Series em 2015. O campeão da super elite no XCM de domingo garante 100 pontos na classificação do circuito mundial de maratona. Além disso, a etapa é classe 3 e distribui pontos no ranking mundial de XCO, ajudando os brasileiros na luta por vagas na Rio 2016.

“Farei uma preparação especial em Portugal antes de embarcar para o Brasil. Como será minha última corrida neste ano, espero encerrar a temporada com chave de ouro, no topo do pódio”, declara.

A bela Congonhas – Além de ter sido atraído pela competição em si, o belga se sentiu motivado a retornar ao Brasil por causa das belezas naturais e arquitetônicas de Congonhas, a “Cidade dos Profetas”. Neste ano, o município mineiro comemora 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a educação).

“O Rogério [Bernardes, organizador da CIMTB Levorin] me contou algumas histórias lindas da corrida em Congonhas, além de ter falado sobre o histórico da região e a beleza de sua natureza”, justifica Frans.