Notícias

Araxá: das termas ao Mountain Bike na CIMTB Levorin

Araxá (Crédito: Divulgação)

Araxá (Crédito: Divulgação)

O “lugar onde primeiro se avista o sol”, no idioma tupi-guarani, é um verdadeiro oásis para quem busca momentos de tranquilidade e bem-estar. Araxá ganhou fama internacional por abrigar a maior e mais bela estância hidromineral do continente, localizada no Barreiro, a 5 km do centro da cidade. O local deve seu nome à lama formada pelas águas de suas fontes naturais, repletas de sais minerais. Cercado por encostas verdes e belas paisagens, é tido como um centro de energia.

Mas Araxá também é sinônimo de esportes de aventura. A cidade mineira é uma das portas de entrada para o Parque Nacional da Serra da Canastra, com suas cachoeiras, paredões de pedra e trilhas que atraem os aventureiros mais radicais. Essa vocação é reforçada pela presença da 19ª edição da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, principal circuito de MTB da América Latina, que terá como palco o Tauá Grande Hotel.

Hotel é palco do Mountain Bike – Maior atração de Araxá, o Tauá Grande Hotel (Estância do Barreiro, Avenida Águas de Araxá s/n – Setor Sul), inaugurado em 1944 pelo presidente Getúlio Vargas e o então governador de Minas Gerais, Benedito Valadares, tornou-se cenário de importantes acontecimentos sociais e políticos. O complexo do hotel tem cerca de 33.000 m² de área construída, no estilo das antigas construções coloniais.

Se a fachada com paredes de barro vermelho aparenta simplicidade, o interior revela salões imponentes, cobertos de mármore Carrara, lustres de cristais da Boêmia, afrescos e vitrais. O glamour do antigo cassino, fechado após a proibição do jogo no Brasil, ainda está presente em sofás e poltronas de couro, elevadores em mogno e no cinema com cortinas aveludadas. Apartamentos modernos garantem hospedagem para 800 visitantes.

Tauá Grande Hotel (Crédito: Divulgação)

Tauá Grande Hotel (Crédito: Divulgação)

Entre 21 e 23 de março, o local será invadido pelas bikes e amantes do ciclismo radical. O hotel hospedará a equipe técnica do CIMTB Levorin e os principais atletas, além de abrigar as pistas das provas de Cross Country Olímpico (XCO e XCT) e Short Track (XCC) e a Feira Oficial do evento.

“A feira deste ano terá mais de 2.000 metros quadrados de área coberta para circulação de público e atletas. Estas áreas estão sendo ocupadas para que cada visitante desfrute ao máximo da infra-estrutura local para acompanhar tudo que estiver acontecendo na feira. Haverá expositores que mostrarão aos apaixonados pelo ciclismo o que há de mais novo no mundo das bikes”, destaca Rogério Bernardes, organizador do circuito.

Enquanto a Feira CIMTB Levorin está focada no esporte, o Tauá Grande Hotel organizará a Feira Quatro Estações, promovida em parceria com a Prefeitura Municipal de Araxá, com a participação dos principais expositores de artesanato da cidade. O hotel oferece sua galeria, espaço do primeiro pavimento com capacidade de circulação de aproximadamente mil pessoas e destinado à exposições e eventos sociais.

“É com muita satisfação que recebemos há alguns anos a CIMTB Levorin, que atrai muitos hóspedes e contribui para divulgação nacional e internacional do hotel”, revela Vanessa Oliveira, gerente de contas da Rede Tauá de Hotéis e Resorts. Em 2014 será o 11º ano de parceria entre Araxá e a Copa Internacional Levorin de MTB.

O Tauá Grande Hotel possui a estrutura que a prova exige, com flexibilidade para dar suporte à montagem do circuito e ambiente favorável às negociações motivadas pelo evento. A parceria ocorre também nas redes sociais, o que reforça a divulgação, aumentando o número de participantes e a ocupação no hotel.

“A prova sempre atrai um público muito seleto e que aprecia muito o hotel e a beleza de sua área externa. Temos um aumento significativo da ocupação que chega a ser comparado com períodos de alta temporada. É interessante também a presença crescente do público a cada ano. Favorece tanto o hotel quanto a cidade de Araxá”, ressalta Vanessa Oliveira. “É gratificante contribuirmos com a movimentação na cidade a partir de nossas dependências. E ainda aproximamos os araxaenses do hotel, ao recebermos a população para assistir às provas”, completa.

Termas – Ligada ao Grande Hotel por uma galeria suspensa e decorada com afrescos, a entrada principal das termas impressiona e instrui, com uma rotunda em vitrais multicoloridos mostrando a história de Minas Gerais.

Entre as atrações do lugar estão uma piscina de água radioativa, própria para sessões de relaxamento e terapias de reabilitação motora e banhos sulfurosos que, associados ao calor, são indicados tanto para o embelezamento, quanto para tratamentos reumáticos. Um centro especializado em estética oferece aos visitantes terapias de cuidados com a pele, aromaterapia, cromoterapia, massagem clássica, fisioterapia e hidroterapia, além de salões de beleza e recreação.

Complexo do Barreiro – No entorno do Grande Hotel, o parque guarda outras atrações, como piscinas, lago, jardins, bosques e quadra de tênis, além de espaço para passeios de bicicleta. O destaque fica por conta de duas fontes – a Fonte Dona Beja, homenagem à mais famosa personagem da cidade, com águas radioativas, e a Fonte Andrade Júnior, de águas sulfurosas.

Araxá (Crédito: Divulgação)

Araxá (Crédito: Divulgação)

Centro – Para quem pretende passear, o centro de Araxá também preserva a história da cidade em casarões e outras construções. Um deles é o Museu Dona Beja (Praça Coronel Adolfo Centro, 98 – Centro), batizado com o nome pelo qual ficou conhecida Ana Jacinta de São José, figura alçada ao posto de um dos maiores mitos mineiros. Invejada pelas mulheres e cobiçada pelos homens, Dona Beja nasceu em Formiga, cresceu em Araxá e foi raptada aos 13 anos pelo Ouvidor Inácio de Silveira da Mota, com quem foi viver na Corte. Já liberta, voltou a Araxá e conquistou uma posição de destaque, numa época de submissão feminina, chegando a participar de movimentos políticos como a Revolução de 1842. No museu dedicado a ela, peças e mobiliários do século 19 estão expostos junto com os trajes usados na novela da extinta Rede Manchete que contou a história da cortesã.

Abrigada na antiga estação ferroviária, a Fundação Cultural Calmon Barreto (Praça Arthur Bernardes, 10 – Centro) mostra a produção artesanal do tear, uma tradição da cidade. No local também é possível comprar, de obras de arte a sabonetes de lama e doces caseiros. Mas, se o assunto é gastronomia, a dica é não sair de Araxá sem provar os famosos doces da cidade como os tronquinhos de amendoim e a ambrosia.

Outros endereços:
Museu Sacro e Igreja de São Sebastião – Rua Vereador João Sena, s/n – Centro
Memorial de Araxá – Av. Antônio Carlos, 116 – Centro
Parque do Cristo – Av. Washington Barcelos, s/n – Santa Rita, Setor Norte
Capela e túmulo da Filomena – Rua Honório de Paiva Abreu s/n – Bela Vista, Setor Norte
Horizonte Perdido – Estrada Araxá – Tapira

Parcerias e incentivo ao turismo – O apoio do prefeito de Araxá, Jeová Moreira da Costa, foi fundamental para que a CIMTB Levorin estabelecesse na cidade importantes parcerias, com as secretarias municipais, empresas e instituições como: Copasa, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Academia Araxaense de Letras, Tiro de Guerra,Sesc, Senac, Sest-Senat ,Vera Cruz ,Valefert, Uniaraxá, entre outros. O principal objetivo da Prefeitura é de alavancar o turismo por meio do esporte.

“O impacto sobre o turismo de Araxá é significativo, pois envolve diversos setores da economia local como hotéis, bares, restaurantes e farmácias, favorecendo a geração de emprego e renda em nossa cidade. Com isso, Araxá atrairá turistas da região e de vários estados do Brasil, bem como os ciclistas nacionais e internacionais, além de colaboradores. E muitos deles trarão suas famílias ou amigos”, destacou o prefeito.

A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. LM Bike, Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª edição em 2014.

Fonte: ZDL de Comunicação