Notícias

Aquecimento para o Sprint Eliminator

Foto: Paula Isis

Foto: Paula Isis

Hoje os bikers sentiram o gostinho do que será o Sprint Eliminator de amanhã, às 10h, em frente a Igreja São Francisco de Assis. “O circuito é bastante travadinho, tem uma largada que exige bastante do atleta por ser uma descida, logo depois tem uma subidinha bem pesada para o trajeto. Então, pode-se resumir que é muita velocidade e frenagem, e atenção o tempo todo para as curvas”, comenta o campeão da última etapa de Araxá, Rubinho Valeriano.

As curvas em paralelepípedo obrigaram alguns competidores a pular passeio e teve quem não se saiu muito bem na tomada de tempo. “A expectativa para amanhã é melhorar já que hoje não fui muito bem. Eu larguei primeiro, isso foi um pouco assustador porque eu não estava esperando que a Elite Feminina saísse antes da masculina. Mas de qualquer forma tentei concentrar, tive um problema com o pedal e troquei por um parecido com o meu. Amanhã pretendo acertar os jumps na calçada, hoje acabei batendo a roda e com isso perdi um pouco de tempo e cada milésimo de segundo perdido faz toda a diferença”, explica a atleta Aline Lombello, natural de São João del-Rei e dona do oitavo lugar na classificação.

Se um atleta sozinho na pista sentiu o nível de dificuldade que ela oferece, a largada de amanhã com quatro promete ser ainda mais emocionante. “Achei o circuito do Sprint Eliminator bem dinâmico, tem várias subidas de degraus, meio fio, e é bem no centro da cidade o que trará bastante público para amanhã e nos motivará ainda mais”, conclui a atleta Isabella Lacerda, da categoria Elite Feminina.

Texto: Stephanie Gomes